Me casar..
Amando.
Brigadeiro.
Comendo.

Home Ask Me Likes Random RSS

Mas isso eu não digo pra você, eu adoraria te encontrar e te dizer os piores desaforos, te chamar de tudo, berrar os palavrões mais inqualificáveis, abalar teus brios, mas não faço nada disso, agora fico em silêncio tal como você, os dois manipulando um ao outro com a quietude, apostando num desaparecimento que sempre alimenta interrogações, você tem vontade de me procurar? Quem de nós dois vai resistir mais tempo? Quando não desejo você morto, alimento a fantasia de que você seria capaz de assaltar um banco para ficar comigo outra vez. Não sei por que ainda considero importante que você me guarde na sua memória afetiva, se eu mesma já não me dou a mínima.

Martha Medeiros.


Vitor <3
Clique *

(Fonte: welele, via querido--john)

“A vida de ninguém é repleta de momentos perfeitos. E se fosse, não seriam momentos perfeitos. Seriam apenas normais. Como você poderia saber o que é a felicidade se nunca tivesse experimentado as quedas?”
— P.S. Eu te amo

Bati meu dedinho na mesa. Doeu? Claro que doeu, mas eu guardei,…MENTIRA EU NUNCA XINGUEI TANTO AQUELA MESA FILHA DA PUTA!!

“O amor poderia ser colocado em movimento rapidamente, mas o verdadeiro amor precisava de tempo para se transformar em algo forte e duradouro.”
— Nicholas Sparks

“E aí, tenho medo de tudo acabar. A gente não tem nada, eu não tenho nada pra me segurar em você. Mas se eu te perder, corro o risco de me perder. E eu sentiria minha falta. E a sua, talvez. Nada em você é fixo, nada em você é estável. Mas ainda assim, mesmo não tendo nada, você me segura. Você é charmoso, mas é idiota. Você é durão, mas é fraco. Você não tem nada de admirável. Só a sua cara de pau e o seu senso idiota de humor. Que saco, Stubb. Eu sempre volto pra você, pra nós. E você erra, você tem medo e você é fraco. Você se nega, você não volta atrás. Você é orgulhoso, você é medroso. Sempre me aponta como se eu fosse covarde, mas você sempre fugiu de mim. De nós. Porque você sempre teve medo de precisar de alguém mais do que você precisa de você. Você sempre teve medo de depender de alguém, porque você sempre fica sem chão quando não tem ninguém. Porque você não sabe ser sozinho, mas também não sabe ser conjunto. Você não se transforma em plural, você só se transforma em poréns. E ainda assim, eu volto pra sua instabilidade. Mesmo sendo absolutamente instável, mesmo não sendo plural. Eu volto pro seu singular. E pra aquele nós que nem sequer existe.”
— robin and stubb

Há dias em que gostaria de fugir de dentro de meu ser. Mudar de rosto, de corpo, de órgãos e alma. Dias que mal consigo sustentar meu edifício, me dá vontade de fraquejar e desmoronar de vez. Fazer estrago nas ruas, levantar poeira para todos os cantos e, enfim, descansar nos escombros. Me partir em pedaços e, então, ter que ser reconstruída com pré-moldados. Há dias em que nem eu me aguento. Nem eu suporto meus 20 lances de escadas íngremes. Às vezes me dá vontade de cortar todos os meus defeitos, viver no térreo, no nível da rua. Mas se corto, vai que perco a sustentação? Acabo tendo que aguentar meu peso em favor do equilíbrio.

O copo vazio, o corpo cheio, o coração indeciso, a coragem, o devaneio. A descoberta parada, a saudade calada, a esperança cansada e a vontade de ser amado. O medo de perder, a angustia de esquecer, a incoerência de não ver, a desventura de não ter. Os beijos roubados, os abraços dados, corações apertados, delírios evaporados. Os gritos roucos, os desejos loucos, a verdade de poucos e a mentira de outros. O copo encheu-se, o corpo perdeu-se, o medo esqueceu-se e a mentira abandonou-se.Caindo, caindo, caindo… Deixando-me pouco a pouco, matando-me muito a muito. Esquece-me, porque de mim já não lembro mais.

“Por vezes as respostas estão dentro de nós, o problema é que a gente não sabe a pergunta.”
— Caio Augusto Leite

“E por vezes me vem uma nostalgia de não sei o quê. Uma saudade estranha - como se eu tivesse um grande passado esquecido.”
— Caio Augusto Leite

“O tempo não me perdoou. Eu caí e ele prosseguiu, fiquei preso no passado.”
— Caio Augusto Leite

Página 1 de 117 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »
Layout por Disasterf-all. Adaptado por Romeu e Julieta.